Wagner assume presidência do PT no Nordeste em junho

Atual secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, o ex-governador Jaques Wagner deve mesmo assumir a vice-presidência regional do PT no Nordeste, em articulação que é comandada pelo ex-presidente Lula, futuro presidente nacional da legenda; Jaques Wagner deve ser incumbido oficialmente da missão em junho, no congresso nacional do PT, quando será escolhido o novo presidente nacional da legenda, a partir de votação dos delegados estaduais; em abril próximo, o partido fará em todos os municípios o PED (processo de eleição direta) para escolha dos presidentes locais. Esses presidentes elegerão os líderes do PT nos estados, em maio

Atual secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, o ex-governador Jaques Wagner deve mesmo assumir a vice-presidência regional do PT no Nordeste, em articulação que é comandada pelo ex-presidente Lula, futuro presidente nacional da legenda; Jaques Wagner deve ser incumbido oficialmente da missão em junho, no congresso nacional do PT, quando será escolhido o novo presidente nacional da legenda, a partir de votação dos delegados estaduais; em abril próximo, o partido fará em todos os municípios o PED (processo de eleição direta) para escolha dos presidentes locais. Esses presidentes elegerão os líderes do PT nos estados, em maio
Atual secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, o ex-governador Jaques Wagner deve mesmo assumir a vice-presidência regional do PT no Nordeste, em articulação que é comandada pelo ex-presidente Lula, futuro presidente nacional da legenda; Jaques Wagner deve ser incumbido oficialmente da missão em junho, no congresso nacional do PT, quando será escolhido o novo presidente nacional da legenda, a partir de votação dos delegados estaduais; em abril próximo, o partido fará em todos os municípios o PED (processo de eleição direta) para escolha dos presidentes locais. Esses presidentes elegerão os líderes do PT nos estados, em maio (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Atual secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, o ex-governador Jaques Wagner deve mesmo assumir a vice-presidência regional do Partido dos Trabalhadores (PT) no Nordeste, em articulação que é comandada pelo ex-presidente Lula, futuro presidente nacional da legenda.

O presidente estadual do partido, Everaldo Anunciação, confirma que Wagner deve ficar no comando do PT na região em que a legenda sempre teve mais força em nível nacional.

"É consenso no PT que Jaques Wagner assuma essa liderança na região Nordeste, sem dúvida. Só não seria consenso ele ser candidato a governador, porque nosso candidato é Rui Costa, que inclusive é também o candidato de Wagner. Ele terá uma tarefa extraordinária à frente da articulação nordestina até as eleições de 2018. Wagner tem apoio irrestrito do PT para ser qualquer coisa que ele quiser, presidente estadual, até mesmo presidente nacional se ele quisesse. Mas ele rejeita essas duas hipóteses. Ele defende o nome de Lula para nacional, mas topa ser presidente do partido no Nordeste. Ele nunca declinaria de uma sugestão do presidente Lula", afirmou Everaldo Anunciação ao jornal Tribuna da Bahia.

Jaques Wagner deve ser incumbido oficialmente da missão em junho, no congresso nacional do PT, quando será escolhido o novo presidente nacional da legenda, a partir de votação dos delegados estaduais. Em abril próximo, o partido fará em todos os municípios o PED (processo de eleição direta) para escolha dos presidentes locais. Esses presidentes elegerão os líderes do PT nos estados, em maio.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247