Wagner não crê em vitória de Geddel para Senado

O governador Jaques Wagner não se intimidou com pesquisa Ibope que apontou seu antigo aliado e agora algoz Geddel Vieira Lima, do PMDB, à frente do atual vice-governador, Otto Alencar (PSD), nas intenções de voto para o Senado; com outras palavras, disse que a oposição tem feito estardalhaço maior do que os governistas; "Não acho (que Geddel ganhará). Meu pessoal reclama que sou discreto. Não sou muito de pendurar a melancia no pescoço. Já disse para não confundirem minha educação com covardia. Eles só conheceram a democracia quando eu cheguei ao governo"

O governador Jaques Wagner não se intimidou com pesquisa Ibope que apontou seu antigo aliado e agora algoz Geddel Vieira Lima, do PMDB, à frente do atual vice-governador, Otto Alencar (PSD), nas intenções de voto para o Senado; com outras palavras, disse que a oposição tem feito estardalhaço maior do que os governistas; "Não acho (que Geddel ganhará). Meu pessoal reclama que sou discreto. Não sou muito de pendurar a melancia no pescoço. Já disse para não confundirem minha educação com covardia. Eles só conheceram a democracia quando eu cheguei ao governo"
O governador Jaques Wagner não se intimidou com pesquisa Ibope que apontou seu antigo aliado e agora algoz Geddel Vieira Lima, do PMDB, à frente do atual vice-governador, Otto Alencar (PSD), nas intenções de voto para o Senado; com outras palavras, disse que a oposição tem feito estardalhaço maior do que os governistas; "Não acho (que Geddel ganhará). Meu pessoal reclama que sou discreto. Não sou muito de pendurar a melancia no pescoço. Já disse para não confundirem minha educação com covardia. Eles só conheceram a democracia quando eu cheguei ao governo" (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O governador Jaques Wagner não se intimidou com pesquisa Ibope que apontou seu antigo aliado e agora algoz Geddel Vieira Lima, do PMDB, à frente do atual vice-governador, Otto Alencar (PSD), nas intenções de voto dos baianos para o Senado.

O ex-ministro, que integra a chapa DEM-PSDB-PMDB, apareceu com 34%, contra 14% do até então 'favorito' Otto Alencar.

Contudo, Wagner não acredita que Geddel sairá vitorioso do pleito e, com outras palavras, disse que a oposição tem feito estardalhaço maior do que os governistas.

"Não acho (que Geddel ganhará). Meu pessoal reclama que sou discreto. Não sou muito de pendurar a melancia no pescoço. Já disse para não confundirem minha educação com covardia. Eles [a oposição] só conheceram a democracia quando eu cheguei ao governo", disse Jaques Wagner em entrevista à rádio Metrópole nesta sexta-feira (6).

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247