Wagner: "Tenho absoluta confiança" em Gabrielli

Governador da Bahia parece não estar preocupado com ataques da oposição quanto à permanência de José Sérgio Gabrielli à frente da Secretaria de Planejamento; opositores como Geddel Vieira Lima questionam idoneidade do petista pelo fato de ele ser suspeito de cometer irregularidades na compra da refinaria de Pasadena, nos EUA, enquanto era presidente da Petrobras; "Eu conheço muito bem Gabrielli e tenho absoluta confiança que ao final ficará provado que ele não tem envolvimento com desvio de dinheiro público"

Governador da Bahia parece não estar preocupado com ataques da oposição quanto à permanência de José Sérgio Gabrielli à frente da Secretaria de Planejamento; opositores como Geddel Vieira Lima questionam idoneidade do petista pelo fato de ele ser suspeito de cometer irregularidades na compra da refinaria de Pasadena, nos EUA, enquanto era presidente da Petrobras; "Eu conheço muito bem Gabrielli e tenho absoluta confiança que ao final ficará provado que ele não tem envolvimento com desvio de dinheiro público"
Governador da Bahia parece não estar preocupado com ataques da oposição quanto à permanência de José Sérgio Gabrielli à frente da Secretaria de Planejamento; opositores como Geddel Vieira Lima questionam idoneidade do petista pelo fato de ele ser suspeito de cometer irregularidades na compra da refinaria de Pasadena, nos EUA, enquanto era presidente da Petrobras; "Eu conheço muito bem Gabrielli e tenho absoluta confiança que ao final ficará provado que ele não tem envolvimento com desvio de dinheiro público" (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O governador Jaques Wagner parece não estar preocupado com os ataques da oposição quanto à permanência de José Sérgio Gabrielli à frente da Secretaria de Planejamento do Estado (Seplan). Os opositores, como o presidente do PMDB baiano, Geddel Vieira Lima, questionam a idoneidade do petista pelo fato de ele ser suspeito de cometer irregularidades na compra da refinaria de Pasadena, nos EUA, enquanto era presidente da Petrobras.

"Eu continuo dizendo que todo mundo é inocente até que se prove o contrário. Objetivamente, pode ter suspeita e acusação, mas não há um processo contra Gabrielli", disse Jaques Wagner.

Gabrielli nega que o Conselho de Administração da Petrobras tenha decidido pedir abertura do processo judicial contra ele e outros 14 funcionários da estatal.

"Eu conheço muito bem Gabrielli e tenho absoluta confiança que ao final ficará provado que ele não tem envolvimento com desvio de dinheiro público", afirmou Wagner.

O governador disse que não condenará ninguém da sua equipe por causa do que for veiculado na imprensa. "Sempre disse para os membros da minha equipe que quando fizerem um mau feito não me procurem, mas sim o seu advogado".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247