Wellington cobra R$ 800 mi da União pela Cepisa

O governador do Piauí, Wellington Dias, afirmou que vai cobrar de Michel Temer R$ 800 milhões devidos pela União ao estado. De acordo com o chefe do executivo estadual, "o governo federal ainda hoje não pagou, como vai vender o que ainda não pagou"; "Então, eu estou confiante que a justiça deve encaminhar. Os cálculos que apresentamos falta a União pagar cerca de R$ 800 milhões ao Piauí", disse ele durante entrevista à imprensa, na saída do auditório do Centro Integrado de Reabilitação (Ceir), no bairro Ilhotas, zona Sul de Teresina, após o lançamento da campanha “Neuro em Ação”

O governador do Piauí, Wellington Dias, afirmou que vai cobrar de Michel Temer R$ 800 milhões devidos pela União ao estado. De acordo com o chefe do executivo estadual, "o governo federal ainda hoje não pagou, como vai vender o que ainda não pagou"; "Então, eu estou confiante que a justiça deve encaminhar. Os cálculos que apresentamos falta a União pagar cerca de R$ 800 milhões ao Piauí", disse ele durante entrevista à imprensa, na saída do auditório do Centro Integrado de Reabilitação (Ceir), no bairro Ilhotas, zona Sul de Teresina, após o lançamento da campanha “Neuro em Ação”
O governador do Piauí, Wellington Dias, afirmou que vai cobrar de Michel Temer R$ 800 milhões devidos pela União ao estado. De acordo com o chefe do executivo estadual, "o governo federal ainda hoje não pagou, como vai vender o que ainda não pagou"; "Então, eu estou confiante que a justiça deve encaminhar. Os cálculos que apresentamos falta a União pagar cerca de R$ 800 milhões ao Piauí", disse ele durante entrevista à imprensa, na saída do auditório do Centro Integrado de Reabilitação (Ceir), no bairro Ilhotas, zona Sul de Teresina, após o lançamento da campanha “Neuro em Ação” (Foto: Leonardo Lucena)

Piauí 247 - O governador do Piauí, Wellington Dias, afirmou que vai cobrar de Michel Temer R$ 800 milhões devidos pela União ao estado. De acordo com o chefe do executivo estadual, "o governo federal ainda hoje não pagou, como vai vender o que ainda não pagou".

"Então, eu estou confiante que a justiça deve encaminhar. Os cálculos que apresentamos falta a União pagar cerca de R$ 800 milhões ao Piauí", disse ele durante entrevista à imprensa, na saída do auditório do Centro Integrado de Reabilitação (Ceir), no bairro Ilhotas, zona Sul de Teresina, após o lançamento da campanha “Neuro em Ação”.

Segundo o governador, se a Companhia Energética do Piauí fosse a leilão não valeria um real em consequência da crise financeira que também atinge o setor elétrico. "Isso seria razoável a nós, piauienses, deixarmos esse patrimônio ser vendido por um real. Lá atrás o Estado assumiu uma dívida de algo em torno de R$ 700 milhões que atualizados hoje daria R$ 4 bilhões. O povo do Piauí pagou essa conta para entregar uma empresa sem dívidas para a União", acrescentou.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247