William Waack "intima" blogueiro

Apresentador da TV Globo nega que tenha agido como espio do governo americano; documentos foram divulgados pelo Wikileaks e analisados pelo blog Brasil queVai!

William Waack "intima" blogueiro
William Waack "intima" blogueiro (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O apresentador da TV Globo William Waack pretende processar o blogueiro que o chamou de "informante regular do governo americano". O blogueiro Luiz Cezar recebeu por e-mail uma espécie de intimação assinada pelo jornalista. Na mensagem enviada pela TV Globo na quarta-feira, 9, William Waack dá 48 horas para Luiz comprovar "a veracidade das acusações". O âncora acrescenta que, caso essa documentação não seja apresentada, vai tomar as "medidas legais cabíveis".

"A publicação desta matéria causou-me perplexidade, tendo em vista que seu conteúdo não possui informações verdadeiras a meu respeito", defendeu-se Waack por e-mail (leia a íntegra aqui). No entanto, o blog Brasil queVai!, de Luiz Cezar, simplesmente repercutiu documentos do Wikileaks que detalham conversas entre jornalistas conceituados do Brasil e diplomatas e autoridades norte-americanas.

Datada de fevereiro de 2010, uma mensagem confidencial da Embaixada dos Estados Unidos, em Brasília, para o Departamento de Estado, em Washington, mostra que William Waack e Hélio Gurovitz, diretor de redação da revista Época, faziam análises sobre as eleições do Brasil para representantes do governo dos EUA. O apresentador do Jornal da Globo, por exemplo, descreveu ações dos principais candidatos à Presidência e classificou Ciro Gomes como o mais forte e Dilma Roussef, como "a menos coerente".

De acordo com a "intimação" de Waack, Luiz Cezar tem até a noite desta sexta-feira para apresentar a documentação que o Wikileaks vazou na internet.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email