Zé Roberto apresenta no Bico propostas para presidir o PT no estado

O deputado estadual Zé Roberto (PT) visitou onze municípios da região do Bico do Papagaio; petista garante que o contexto nacional é um dos motivos para colocar seu nome na disputa para a presidência estadual da sigla; "Sou fundador e filiado no PT há 37 anos. Nesse tempo nunca fui da Diretória do PT, porque acredito que como militante também posso fazer muito pelo partido e pela lutas trabalhistas de todo país. Mas, precisamos tirar do nosso meio algumas práticas que enfraqueceu a sigla e recuperar a confiança que a população sempre teve pelo PT"

Zé Roberto 
Zé Roberto  (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 - O deputado estadual Zé Roberto (PT) visitou nos dias 9 a 12 de fevereiro, onze municípios da região do Bico do Papagaio. O parlamentar se reuniu com lideranças do PT de Bandeirantes, São Miguel, Sitio Novo, Axixá, Sampaio, Augustinópolis, Esperantina, Buriti, São Sebastião, Cachoeirinha e São Bento. Durante o encontro, dirigentes e militantes puderam debater sobre a conjuntura política local, regional e nacional, sobre as eleições para presidência municipal e estadual 2017, entre outros temas.

"Todas as organizações sindicais, sociais e trabalhistas estão passando por um momento difícil. O golpe que tirou a presidente Dilma Rousseff, não foi construído do dia para noite, teve o apoio do sistema financeiro Internacional, juízes, imprensa, oligarquia política e classe empresarial para desestabilizar o governo e substituí-lo", explicou.

Zé Roberto garante que esse contexto nacional é um dos motivos para colocar seu nome na disputa para a presidência estadual da sigla. "Sou fundador e filiado no PT há 37 anos. Nesse tempo nunca fui da Diretória do PT, porque acredito que como militante também posso fazer muito pelo partido e pela lutas trabalhistas de todo país. Mas, precisamos tirar do nosso meio algumas práticas que enfraqueceu a sigla e recuperar a confiança que a população sempre teve pelo PT".

O parlamentar apontou três pontos principais para compor a plataforma da chapa: a organização do partido, a questão financeira e a formação política. "O compromisso da nossa chapa é organizar o partido, no sentido de ir aos municípios e ajudar os companheiros na parte burocrática. Também acreditamos na formação política como um dos tripés para fortalece a militância", finalizou.

"Em tempos de crise precisamos valorizar a base e é isso que o deputado sempre fez. A desmotivação não é só a nível municipal, mas estadual e nacional. Eu descobri no Zé Roberto que o PT tem condições de retornar as suas origens para avançar", Werliene da Conceição.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247