Zé Roberto defende BRT em toda extensão da Teotônio

Na série de sabatinas com pré-candidatos a prefeito de Palamas pela Acipa, o deputado estadual José Roberto Forzani (PT) defendeu a implantação do projeto Bus Rapid Transit (BRT), idealizado pela gestão do prefeito Carlos Amastha (PSB) e suspenso pela Justiça; "O BRT é pensado para Palmas desde de sua criação, a [avenida] Teotônio Segurado foi projetada para esse objetivo, e só na atual gestão que inventaram de desviar o projeto original, essa atitude vai encarecer a obra em R$ 850 milhões, com as desapropriações", ressaltou; ele respondeu perguntas ainda sobre o estacionamento rotativo, educação, saúde, segurança e meio ambiente

Na série de sabatinas com pré-candidatos a prefeito de Palamas pela Acipa, o deputado estadual José Roberto Forzani (PT) defendeu a implantação do projeto Bus Rapid Transit (BRT), idealizado pela gestão do prefeito Carlos Amastha (PSB) e suspenso pela Justiça; "O BRT é pensado para Palmas desde de sua criação, a [avenida] Teotônio Segurado foi projetada para esse objetivo, e só na atual gestão que inventaram de desviar o projeto original, essa atitude vai encarecer a obra em R$ 850 milhões, com as desapropriações", ressaltou; ele respondeu perguntas ainda sobre o estacionamento rotativo, educação, saúde, segurança e meio ambiente
Na série de sabatinas com pré-candidatos a prefeito de Palamas pela Acipa, o deputado estadual José Roberto Forzani (PT) defendeu a implantação do projeto Bus Rapid Transit (BRT), idealizado pela gestão do prefeito Carlos Amastha (PSB) e suspenso pela Justiça; "O BRT é pensado para Palmas desde de sua criação, a [avenida] Teotônio Segurado foi projetada para esse objetivo, e só na atual gestão que inventaram de desviar o projeto original, essa atitude vai encarecer a obra em R$ 850 milhões, com as desapropriações", ressaltou; ele respondeu perguntas ainda sobre o estacionamento rotativo, educação, saúde, segurança e meio ambiente (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 - Na manhã desta terça-feira, 5, a classe empresarial, por meio da Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa), realizou uma sabatina com o pré-candidato a prefeito de Palmas pelo PT, o deputado estadual Zé Roberto. Questionado pelos empresários sobre o projeto Bus Rapid Transit (BRT), o parlamentar declarou ser a favor do sistema, mas pontuou que o atual projeto não é viável para a capital.

"O BRT é pensado para Palmas desde de sua criação, a [avenida] Teotônio Segurado foi projetada para esse objetivo, e só na atual gestão que inventaram de desviar o projeto original, essa atitude vai encarecer a obra em R$ 850 milhões, com as desapropriações que o município terá que fazer, portanto defendo que o BRT, seja construído em toda sua extensão na Avenida Teotônio Segurado", ressaltou Zé Roberto.

Entretanto, Zé Roberto afirmou que mais prioritário no momento é a humanização do atual sistema de transporte público, a começar pelos pontos de ônibus. "Hoje temos um déficit de aproximadamente 200 pontos sem cobertura, essa é apenas uma constatação para demonstrar o quanto precisamos melhorar o nosso transporte público", comentou.

Estacionamento Rotativo
Um dos assuntos mais questionados pela classe empresarial foi a questão do estacionamento Rotativo de Palmas. Zé Roberto argumentou que sua proposta é mantê-lo com a implantação de uma tolerância mínima de permanência dos veículos e fazer com que a renda do estacionamento seja revertida em benefícios para a mobilidade, acessibilidade e transporte público.

"Já solicitei a prefeitura o contrato com a empresa Blue para verificar essa possibilidade. A prefeitura até agora não me passou esse contrato, mas a ideia é investir nesses três eixos os recursos arrecadados com o estacionamento rotativo", explicou o petista.

Educação
Para educação o pré-candidato defendeu mais escolas de tempo integral e com melhores estruturas. Zé Roberto lamentou o fato de ainda ter salas aulas na capital que ainda não são climatizadas. "É possível fazer mais, desde que priorize o que é desejo da população, para isso é necessário ouvir os segmentos, antes de "comprar planos de governos", disparou.

Para Zé Roberto a prefeitura precisa fortalecer o Sistema Único de Saúde (SUS). "Uma vez que tivermos uma política de saúde da atenção básica forte, priorizando a saúde preventiva, a saúde da família com certeza vamos diminuir o número de pessoas no Hospital Geral de Palmas", ressaltou.

Zé Roberto explicou que no Brasil é impossível um cidadão não fazer uso do SUS, por exemplo as campanhas de vacinação, "por isso precisamos fortalecer o SUS, equipando as Unidades de Básicas de Saúde, as Unidades de Pronto Atendimentos e desenvolver uma política de valorização dos servidores da saúde".

O pré-candidato criticou a atual gestão sobre o modelo de meritocracia aos servidores públicos da saúde e educação, uma vez que nas duas áreas o trabalho é multiprofissional e propõe a meritocracia qualitativa dos serviços prestados à população.

Segurança
Na questão segurança, o parlamentar lembrou que a guarda metropolitana é muito bem equipada e em sua possível gestão irá implantar a guarda comunitária. O objetivo segundo Zé Roberto é proporcionar uma parceria entre a população e a guarda, para identificar, priorizar e resolver problemas contemporâneos. "Serão dois agentes atuando por região, onde serão referências para aquela determinada população", explica.

Para facilitar o acesso da população aos equipamentos públicos, que inclui saúde, educação, cidadania entre outros, o parlamentar propõe a criação dos territórios. "Dividiremos palmas em nove territórios, e em cada território o cidadão terá acesso a todos os serviços públicos disponíveis pela prefeitura, sem precisar deslocar grandes distancia para isso", explicou Zé Roberto.

Questionado sobre infraestrutura, Zé Roberto disse que há um "descompasso" entre o que a prefeitura gasta com obras e o que é prioridade para a população.

"Como parlamentar realizamos uma audiência pública sobre as obras públicas paralisadas no em Palmas e no interior do Estado, os técnicos e auditores do TCE chegaram à conclusão que em mais de 90% das obras paralisadas foram por falta de contra partidas seja do governo estadual, ou do município. Vamos sim buscar concluir as obras que estão paralisadas. Outro tema que prejudica muito a atividade econômica é a questão da regularização fundiária, e no nosso plano de governo temos ações específicas para solucionar esse problema", frisou.

Meio Ambiente
Ao ser abordado para falar sobre a Política Municipal de Meio Ambiente, Zé Roberto disse ter como proposta concreta a coleta seletiva do lixo. "Com essa ação iremos gerar renda para os profissionais que coletam material reciclável, estamos contribuindo para a proteção das nascentes. Hoje proteger o meio ambiente, as nascentes é uma questão de sobrevivência".

Outra proposta possível é a captação de energia solar nos prédios públicos, a reutilização da água para a construção e manutenção destes empreendimentos.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247