Acusados de matar Bruno Pereira e Dom Phillips viram réus

Amarildo Oliveira, Oseney de Oliveira e Jefferson da Silva Lima serão julgados por duplo homicídio qualificado e ocultação de cadáver

www.brasil247.com - Indigenista Bruno Pereira (à esq.) e o jornalista britânico Dom Phillips
Indigenista Bruno Pereira (à esq.) e o jornalista britânico Dom Phillips (Foto: REUTERS/Bruno Kelly | Reprodução/TV Globo | Reprodução/Twitter)


247 - A Justiça Federal em Tabatinga (AM) aceitou nesta sexta-feira (22) uma denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra três pessoas por conta do assassinato do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips, no Vale do Javari, na Amazônia, no mês passado. 

Amarildo da Costa Oliveira (conhecido por "Pelado"), Oseney da Costa de Oliveira ("Dos Santos") e Jefferson da Silva Lima ("Pelado da Dinha") viraram réus por duplo homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

Os três estão presos preventivamente em Manaus (AM) sem prazo limite para a detenção.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email