China registra migração de longa distância de elefantes asiáticos, um fato inesperado e raro

Manada de elefantes asiáticos se desloca pelo território chinês rumo ao norte, fenômeno que é monitorado por autoridades ambientais

(Foto: Rádio Internacional da china)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rádio Internacional da China - No sábado (5) elefantes asiáticos em manada migraram na província de Yunnan, sudoeste da China, primeiro para sudoeste e depois para noroeste. A manada saiu da comarca Shuanghe e entrou na comarca Xiyang do distrito de Jinning, na cidade de Kunming. Os elefantes e os residentes locais estão sãos e salvos. A informação foi divulgada pelo comando provincial responsável pela segurança do processo.

Enviando funcionários na terra e utilizando drones, o comando rastreia a manada 24 horas e garante que todos os elefantes estejam sob monitoramento. Ao mesmo tempo, continua orientando a manada para a direção sudoeste e adotou medidas defensivas a fim de garantir a segurança das pessoas e dos elefantes.

O comando também enviou alertas prévios a distritos nas cidades de Yuxi e Kunming de acordo com a rota da manada.

O professor catedrático da Faculdade de Ciência Ecológica e Ambiental da Universidade de Yunnan, Chen Mingyong, afirmou que a população de elefantes asiáticos na China aumentou de cerca de 180 em 1985 para aproximadamente 300 hoje. Segundo o especialista, a expansão da raça indica a melhora ambiental do país, mas a migração de longa distância ao norte é um incidente inesperado e raro.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email