FAB e Anac liberaram pista de pouso em garimpo de ouro investigado pela PF

Garimpo estaria sendo usado para "esquentar" ouro de terras indígenas. Parecer da FAB foi dado um mês após operação da Polícia Federal

www.brasil247.com - Garimpo no Pará
Garimpo no Pará (Foto: Reprodução/Google Earth)


247 - A Força Aérea Brasileira (FAB) e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizaram o funcionamento de uma pista de pouso e de decolagem em um garimpo no Pará investigado pela Polícia Federal.

A pista de pouso fica localizada no garimpo Água Branca, próximo à cidade de Itaituba (PA). O local foi alvo de mandados de busca e apreensão no âmbito da Operação Gold Rush, em 9 setembro do ano passado – ou seja, um mês antes do parecer da FAB.

Segundo reportagem do site Metrópoles, a PF apontou que esse mesmo garimpo é usado para tornar legal o ouro proibido oriundo provavelmente de terras indígenas, unidades de conservação ou de garimpos clandestinos. Na prática, funcionaria como um “garimpo de fachada”, uma vez que possui licença de operação e teve uma produção bem maior que a autorizada.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email