Incêndios no Pantanal motivam estado de emergência em 14 cidades

O estado passa por uma das maiores estiagens dos últimos anos

www.brasil247.com -
(Foto: Ascom/CBMMS)


Por Gabriel Brum - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O Mato Grosso do Sul declarou estado de emergência por 180 dias em 14 municípios por causa de incêndios no Pantanal. O decreto foi publicado nesta sexta-feira (22) no Diário Oficial do estado.

Conforme o documento, o estado passa por uma das maiores estiagens dos últimos anos. O texto menciona que uma plataforma de queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), registrou 2.165 focos de calor de junho a julho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo a pesquisadora Julia Rodrigues, do Laboratório de Aplicações de Satélites Ambientais da Universidade Federal do Rio de Janeiro, até o dia 20 de julho, foram mais de 121 mil hectares queimados no Pantanal sul-matogrossense neste ano, 34% a mais que em 2021.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Maio teve uma área queimada ali entre os municípios de Corumbá e Aquidauana, no Parque Estadual do Pantanal do Rio Negro. Por enquanto, foi o mês que mais queimou. Junho não teve tanta área queimada e em julho voltou o aumento da área queimada, ali na região de Corumbá, perto do Ladário, e em Porto Murtinho perto da terra indígena de Kadiwél..

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O decreto autoriza a convocação de voluntários e a entrada de agentes de defesa civil em residências para prestar socorro ou para retirar pessoas. O texto ainda dispensa de licitação a aquisição de bens, serviços e obras de forma emergencial.

Cerca de R$ 38 milhões podem ser usados para atender às medidas do decreto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email