Indígenas lançarão entidade para representar 75 mil universitários

O número de índios no ensino superior chegou a 75 mil em 2020, informou a comissão organizadora do Encontro Nacional de Estudantes Indígenas

www.brasil247.com -
(Foto: Divulgação)


247 - Estudantes indígenas do ensino superior do Brasil terão nesta semana uma reunião, com o objetivo de lançar uma entidade para defender interesses dos índios dentro de universidades. A expectativa é reunir pelo menos 2.000 alunos e convidados como Sonia Guajajara e Alok. Mais de 57 mil estudantes indígenas cursavam o ensino superior no país em 2018, segundo o Ministério da Educação. O número chegou a 75 mil em 2020, informou a comissão organizadora da 9ª edição do Encontro Nacional de Estudantes Indígenas (Enei).

A 9ª edição do Encontro Nacional de Estudantes Indígenas (Enei) acontece de 26 a 29 de julho na Universidade Estadual de Campinas (SP), de acordo com informações publicadas nesta segunda-feira (25) pelo jornal Folha de S.Paulo

Estudante de Engenharia Elétrica da Unicamp, Arlindo Baré, membro da comissão organizadora do Enei, afirmou que a "ideia é trazer a identidade do movimento indígena para o contexto acadêmico, com uma organização representativa que proponha e cobre espaços na educação superior".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"A constituição brasileira não reconhece nossa diversidade cultural, por isso defendemos o conceito de plurinacionalidade e queremos trazer este debate para o país por meio da educação", disse. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email