Metade das emissões vêm de um décimo da população global, diz estudo

O 1% mais rico emite 110 toneladas por pessoa, ou 16,8% do total de emissões globais

www.brasil247.com -
(Foto: Gisele Federicce)


247 - Quase metade das emissões de CO2 vêm de um décimo da população global. Contudo, são os da parte de baixo que sofrem as consequências mais severas. É o que aponta o estudo “Desigualdade Mundial”, divulgado nesta terça-feira (7) e produzido pelo laboratório de mesmo nome.

O 1% mais rico emite 110 toneladas por pessoa, ou 16,8% do total de emissões globais. Os 10% mais ricos são responsáveis por 47,6% de todas as emissões globais, o equivalente a 31 toneladas por pessoa. Os 50% da base da pirâmide produzem apenas 12% do total de emissões, que correspondem a 1,6 toneladas por pessoa.

"A mudança climática vai ter maior impacto nos grupos de baixa renda no mundo. Essa é uma forma de desigualdade. E políticas ambientais que funcionam são políticas ambientais que se preocupam com a redução da desigualdade", destaca o principal autor do relatório e coeditor do laboratório, Lucas Chancel. (Com informações do Globo). 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email