A 60 dias da Copa, Folha lança o "protestômetro"

Dez meses depois das "Jornadas de Junho", que deixaram um rastro de destruição pelo País, a Folha de S. Paulo, de Otávio Frias Filho, lança uma ferramenta em seu site, o "protestômetro", que irá divulgar, diariamente, manifestações em diversos pontos do território nacional; oficialmente, o objetivo é levar informações ao público; mas será que não há também a intenção de estimular protestos?; segundo Mauro Paulino, diretor do Datafolha, o fator Copa, com possíveis manifestações, é o que torna imprevisível a eleição de 2014

www.brasil247.com - Dez meses depois das "Jornadas de Junho", que deixaram um rastro de destruição pelo País, a Folha de S. Paulo, de Otávio Frias Filho, lança uma ferramenta em seu site, o "protestômetro", que irá divulgar, diariamente, manifestações em diversos pontos do território nacional; oficialmente, o objetivo é levar informações ao público; mas será que não há também a intenção de estimular protestos?; segundo Mauro Paulino, diretor do Datafolha, o fator Copa, com possíveis manifestações, é o que torna imprevisível a eleição de 2014
Dez meses depois das "Jornadas de Junho", que deixaram um rastro de destruição pelo País, a Folha de S. Paulo, de Otávio Frias Filho, lança uma ferramenta em seu site, o "protestômetro", que irá divulgar, diariamente, manifestações em diversos pontos do território nacional; oficialmente, o objetivo é levar informações ao público; mas será que não há também a intenção de estimular protestos?; segundo Mauro Paulino, diretor do Datafolha, o fator Copa, com possíveis manifestações, é o que torna imprevisível a eleição de 2014 (Foto: Felipe L. Goncalves)


247 - A exatos dois meses da Copa de 2014, a Folha de S. Paulo, jornal comandado por Otávio Frias Filho, lança uma ferramenta em seu site batizada de "protestômetro" (leia mais aqui). O objetivo declarado é levar aos leitores informações sobre manifestações em diversos pontos do País.

Neste fim de semana, em entrevista às páginas amarelas da revista Veja, o sociólogo Mauro Paulino afirmou que as eleições de 2014 serão imprevisíveis e destacou dois pontos relevantes: o fator Copa e a possibilidade de repetição de grandes protestos, como os ocorridos em junho do ano passado (leia mais aqui).

Com seu protestômetro, a Folha deixa uma dúvida no ar. Pretende noticiar as manifestações ou também estimulá-las? Abaixo, o texto do jornal que noticia a novidade:

Folha lança 'protestômetro' na internet

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Folha lança amanhã, em seu site, o "protestômetro" —ferramenta que vai permitir aos leitores acompanhar diariamente a quantidade e os detalhes de manifestações e greves em dez das principais cidades do país.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Serão acompanhadas as principais cidades das maiores regiões metropolitanas do país: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília, Recife, Fortaleza, Salvador, Curitiba e Campinas (SP).

Espécie de termômetro antes da Copa, o site será alimentado pela Redação, a partir de informações de órgãos municipais, estaduais e federais, além de movimentos sociais, sindicatos e veículos de informação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O levantamento de dados do "protestômetro" começou há duas semanas. Nesse intervalo, foram 66 protestos nessas dez cidades, além de 17 paralisações de diferentes categorias de trabalhadores.

São Paulo e Rio de Janeiro lideram o número de protestos no período, com ao menos 15 e 13 manifestações, respectivamente.

Neste mês, o evento de maior destaque foi o aniversário de 50 anos do golpe militar, que levou centenas de pessoas às ruas em todo o país. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email