Acossado por escândalos, Bolsonaro já fez 87 ataques à imprensa em 2021

Casos tiveram aumento de 74% neste ano e foram levantados pela organização Repórteres sem Fronteiras

24J: Ato Fora Bolsonaro em Porto Alegre
24J: Ato Fora Bolsonaro em Porto Alegre (Foto: Oliven Rai / Mídia Ninja)
Siga o Brasil 247 no Google News

Da revista Fórum – O número de ataques à imprensa e a jornalistas feitos por Jair Bolsonaro teve um aumento de 74% este ano. Só de janeiro a junho de 2021 foram 87 casos do tipo, número bem maior que os 50 registrados no segundo semestre do ano passado.

Quando são computados os ataques lançados por seus três filhos, o senador Flávio, o vereador carioca Carlos e o deputado federal Eduardo, e por outros integrantes de seu governo, como o ministro-chefe do GSI, general Augusto Heleno, o secretário Nacional de Cultura, Mário Frias, e o presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, habituais ofensores dos meios de comunicação, os números são assustadores: 331 ataques em seis meses.

A organização internacional Repórteres Sem Fronteiras (RSF) recentemente colocou o nome de Jair Bolsonaro numa lista chamada ‘Predadores da Liberdade de Imprensa’, composta por tiranos e déspotas de todos os tipos que ameaçam o exercício do jornalismo em seus países. (Leia a íntegra na Fórum)

PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email