Agência argentina divulga, com escândalo, hostilização a Judith Bluter no Brasil

Agência Paco Urondo noticia a manifestação de "ativistas de direita" contra uma palestra que seria concedida pela filósofa norte-americana; em frente à Universidade de São Paulo, queimaram uma boneca que representava a intelectual e a chamaram de "destruidora da família"

Agência Paco Urondo noticia a manifestação de "ativistas de direita" contra uma palestra que seria concedida pela filósofa norte-americana; em frente à Universidade de São Paulo, queimaram uma boneca que representava a intelectual e a chamaram de "destruidora da família"
Agência Paco Urondo noticia a manifestação de "ativistas de direita" contra uma palestra que seria concedida pela filósofa norte-americana; em frente à Universidade de São Paulo, queimaram uma boneca que representava a intelectual e a chamaram de "destruidora da família" (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A agência de notícias argentina Paco Urondo noticiou com escândalo a manifestação feita contra a filósofa norte-americana Judith Bluther em São Paulo.

O ato de "ativistas de direita" em frente à Universidade de São Paulo contra uma palestra que seria concedida por Judith queimou uma boneca que representava a intelectual e a chamou de "destruidora da família".

A filósofa é referência no debate sobre gênero. A reportagem lembra que outras organizações se manifestaram contra esses protestos.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247