Anitta se defende de críticas por ter apoiado Prior, acusado de estupro

"Se ele (ou qualquer outro) estuprou, assediou, agrediu, qualquer mulher... que paguem pelo que fizeram (sem sombra de dúvidas). E não existe passada de pano pra isso. Agora, eu (que não fiz absolutamente nada) que não tenho o que pagar", disse Anitta

(Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A cantora Anitta foi ao Twitter nesta sexta-feira, 3, para se defender depois que de ter declarado apoio ao ex-BBB Felipe Prior, acusado de estupro. 

"Se ele (ou qualquer outro) estuprou, assediou, agrediu, qualquer mulher... que paguem pelo que fizeram (sem sombra de dúvidas). E não existe passada de pano pra isso. Agora, eu (que não fiz absolutamente nada) que não tenho o que pagar", disse Anitta.

Nesta sexta, o Ministério Público de São Paulo pediu a abertura de inquérito policial para apurar as denúncias contra o ex-participante do Big Brother Brasil.

O caso veio à tona após a revista "Marie Claire" publicar os relatos de três mulheres que declararam terem sido vítimas de estupro e de tentativa de estupro durante festas universitárias ocorridas em São Paulo nos anos de 2014, 2016 e 2018 (leia mais no Brasil 247). 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email