Olavo de Carvalho deixa de usar PagSeguro em cursos online

Guru do bolsonarismo, o ex-astrólogo Olavo de Carvalho deixou de usar a PagSeguro para vender seus cursos online. Empresa negou que o tivesse banido da plataforma de pagamentos online

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O guru ideológico do bolsonarismo, Olavo de Carvalho, deixou de utilizar a plataforma de pagamentos online PagSeguro.

Nesta segunda-feira, 11, o site de cursos do filósofo da extrema-direita publicou que "todas as assinaturas vinculadas ao PagSeguro foram canceladas e não haverá mais renovação automática para quem utilizava este meio de pagamento".

Em nota, a empresa PagSeguro informou que não baniu o guru do bolsonarismo de sua plataforma e que torna indisponíveis apenas conteúdos apontados como infringentes mediante o recebimento de ordem judicial específica. 

Em agosto, após pressão nas redes sociais, o PayPal havia desativado a conta de Olavo, alegando que a página desrespeitava a política da empresa contra o discurso de ódio.

Na campanha pelo bloqueio, o site Sleeping Giants, que usa as redes sociais para pressionar empresas que patrocinam sites vinculados à chamadas “fake news” a retirarem o patrocínio, recolheu 570 mil assinaturas na campanha #BloqueiaPagSeguro. 

Leia a nota da PagSeguro na íntegra:

O PagSeguro reitera que é instituição de pagamento sujeita à Lei 12.865 de 2013, garantindo o atendimento não discriminatório aos usuários finais, bem como liberdade de escolha, segurança e proteção a seus interesses econômicos. 

O PagSeguro não faz juízo com relação às transações realizadas entre os milhões de compradores e vendedores por seu intermédio todos os dias. Conteúdos  comunicacionais vendidos / adquiridos utilizando o PagSeguro como meio de pagamento são sujeitos ao Marco Civil da Internet, e somente conteúdos apontados como infringentes mediante o recebimento de ordem judicial específica são tornados indisponíveis. Isso não ocorreu até o momento, e notícias veiculadas sobre o tema são falsas.  

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email