Aroeira retrata a suruba do golpe

Cartunista Aroeira criticou nesta sexta-feira, 24, a "suruba" em torno do golpe parlamentar que retirou a presidente Dilma Rousseff do poder em 2016; entre os participantes da "orgia" estão os senadores Romero Jucá (PMDB), que cunhou o termo ao se referir ao foro privilegiado, Aécio Neves (PSDB), Renan Calheiros (PMDB), Edison Lobão (PMDB), além do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), os ministros Eliseu Padilha, Moreira Franco e Michel Temer; deputado cassado Eduardo Cunha observa a "festa" de fora; "Não estou me sentindo bem. Acho que foi alguma coisa que comi", diz o senador José Serra

Cartunista Aroeira criticou nesta sexta-feira, 24, a "suruba" em torno do golpe parlamentar que retirou a presidente Dilma Rousseff do poder em 2016; entre os participantes da "orgia" estão os senadores Romero Jucá (PMDB), que cunhou o termo ao se referir ao foro privilegiado, Aécio Neves (PSDB), Renan Calheiros (PMDB), Edison Lobão (PMDB), além do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), os ministros Eliseu Padilha, Moreira Franco e Michel Temer; deputado cassado Eduardo Cunha observa a "festa" de fora; "Não estou me sentindo bem. Acho que foi alguma coisa que comi", diz o senador José Serra
Cartunista Aroeira criticou nesta sexta-feira, 24, a "suruba" em torno do golpe parlamentar que retirou a presidente Dilma Rousseff do poder em 2016; entre os participantes da "orgia" estão os senadores Romero Jucá (PMDB), que cunhou o termo ao se referir ao foro privilegiado, Aécio Neves (PSDB), Renan Calheiros (PMDB), Edison Lobão (PMDB), além do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), os ministros Eliseu Padilha, Moreira Franco e Michel Temer; deputado cassado Eduardo Cunha observa a "festa" de fora; "Não estou me sentindo bem. Acho que foi alguma coisa que comi", diz o senador José Serra (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O cartunista Aroeira criticou nesta sexta-feira, 24, a "suruba" em torno do golpe parlamentar que retirou a presidente Dilma Rousseff do poder em 2016. 

Entre os participantes da "orgia" estão os senadores Romero Jucá (PMDB), que cunhou o termo ao se referir ao foro privilegiado (leia aqui), Aécio Neves (PSDB), Renan Calheiros (PMDB), Edison Lobão (PMDB), além do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Moreira Franco (Secretaria da Presidência) e Michel Temer. 

O deputado cassado Eduardo Cunha observa a "festa" de fora. 

"Não estou me sentindo bem. Acho que foi alguma coisa que comi", diz o senador José Serra, na charge. 

Confira acima. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247