Assessor que acompanhava Glenn diz que foi ameaçado por Augusto Nunes: “Quer apanhar também?”

O assessor Victor Pougy, que acompanhava Glenn Greenwald afirmou que também foi ameaçado por Augusto Nunes. “Não preciso dizer que tava completamente incrédulo. Falei ‘O que é isso cara, quinta série? Resolver diferenças no tapa?’ Eis que ele me respondeu ‘Quem é você? É guarda-costas dele é? Quer apanhar também?’", contou

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O assessor Victor Pougy, que acompanhava o jornalista Glenn Greenwald afirmou que também foi ameaçado por Augusto Nunes, nesta quinta-feira (7). 

“Não preciso dizer que tava completamente incrédulo. Falei ‘O que é isso cara, quinta série? Resolver diferenças no tapa?’ Eis que ele me respondeu ‘Quem é você? É guarda-costas dele é? Quer apanhar também?’. Bizarro. Um cara de quase 70 anos me chamou pra porrada. Só consegui rir”, disse.

Durante um debate, Greenwald agredido por Nunes, defensor do governo Jair Bolsonaro.

De acordo com Pougy, “tiraram o troglodita do estúdio, a produção e os membros do programa pediram desculpas profusamente. O diretor da rádio nos chamou à sua sala para se desculpar pelo ocorrido. Disse que aquilo não representa os valores da rádio e que preza pela pluralidade e pelo diálogo”, explicou.

O assessor afirma que Glenn aceitou as desculpas. “Disse que tinha certeza que a produção do programa não esperava que isso acontecesse, e que o único culpado era Augusto. Nem considerou abandonar o programa, e logo depois voltou ao estúdio pra gravar, sem o Augusto. O resto do programa correu bem”.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email