Ataques a venezuelanos são estimulados por programas policialescos de TV

O blog Nocaute denuncia o que pode ser o estopim para o recrudescimento da violência em Roraima, em que brasileiros e venezuelanos entraram em confrontos abertos; o jornalista Alcides Moreno chama a atenção para a propagação de fake news e de programas policialescos ao estilo Datena que incentivam a cultura do ódio e associam a figura dos imigrantes aos problemas sociais que Roraima enfrenta há décadas 

Ataques a venezuelanos são estimulados por programas policialescos de TV
Ataques a venezuelanos são estimulados por programas policialescos de TV (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

247 - O blog Nocaute denuncia o que pode ser o estopim para o recrudescimento da violência em Roraima, em que brasileiros e venezuelanos entraram em confrontos abertos. O jornalista Alcides Moreno chama a atenção para a propagação de fake news e de programas policialescos ao estilo Datena que incentivam a cultura do ódio e associam a figura dos imigrantes aos problemas sociais que Roraima enfrenta há décadas. 

A reportagem do blog Nocaute destaca a ausência de novidade no caso da onda migratória: "deixou de ser novidade a onda migratória de Venezuelanos vindos para o Brasil. A maioria dessas pessoas busca tratamento médico e trabalho – condições mínimas para levarem suas vidas com dignidade. Contudo, deixou de ser novidade, também, a revolta de brasileiros que se dizem prejudicados por imigrantes acampados “na porta de suas casas”. Essa onda de indignação coletiva culminou neste sábado em um covarde ataque de grupos locais contra um acampamento localizado na fronteira com a Venezuela."

E prossegue, detalhando questões acerca da suposta onda xenófoba: "a onda de xenofobia e violência ocorreu em Pacaraima, a 215 km de Boa Vista. O município é tido como a porta de entrada dos venezuelanos no Brasil e segundo a Prefeitura 1,5 mil imigrantes moravam nas ruas da cidade. O caso passou a ocupar os noticiários depois que Raimundo Nonato de Oliveira, de 55 anos, foi assaltado e agredido por um suposto grupo de venezuelanos na noite de sexta-feira. Após o ocorrido, moradores da cidade atacaram os refugiados e a confusão se instaurou. Durante o tumulto a BR-174, que liga Boa Vista ao município, ficou bloqueada com pneus e fogo por cinco horas."

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247