Auler: a direita está “se achando”

Jornalista Marcelo Auler diz que os efeitos do golpe de 2016 que entregou a República a uma trupe encalacradas com denúncias criminais, que promove o desmonte das políticas sociais e a venda de ativos importantes do país, fez a chamada direita se achar; ele cita como exemplo o I Fórum Nacional da Direita e Conservadorismo do Brasil, que ocorreu em São Paulo, nesse sábado; "encontro, sem dúvida, resulta da maciça campanha contra partidos de esquerda, em especial o PT, promovida a partir da Operação Lava Jato, com o apoio da mídia tradicional", afirma

Jornalista Marcelo Auler diz que os efeitos do golpe de 2016 que entregou a República a uma trupe encalacradas com denúncias criminais, que promove o desmonte das políticas sociais e a venda de ativos importantes do país, fez a chamada direita se achar; ele cita como exemplo o I Fórum Nacional da Direita e Conservadorismo do Brasil, que ocorreu em São Paulo, nesse sábado; "encontro, sem dúvida, resulta da maciça campanha contra partidos de esquerda, em especial o PT, promovida a partir da Operação Lava Jato, com o apoio da mídia tradicional", afirma
Jornalista Marcelo Auler diz que os efeitos do golpe de 2016 que entregou a República a uma trupe encalacradas com denúncias criminais, que promove o desmonte das políticas sociais e a venda de ativos importantes do país, fez a chamada direita se achar; ele cita como exemplo o I Fórum Nacional da Direita e Conservadorismo do Brasil, que ocorreu em São Paulo, nesse sábado; "encontro, sem dúvida, resulta da maciça campanha contra partidos de esquerda, em especial o PT, promovida a partir da Operação Lava Jato, com o apoio da mídia tradicional", afirma (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Marcelo Auler, em seu blog - Os efeitos do golpe que derrubou a presidente Dilma Rousseff, e entregou a República a uma trupe encalacradas com denúncias criminais, que promove o desmonte das políticas sociais e a venda de ativos importantes do país, fez a chamada direita se achar. Prova disto ocorreu, neste sábado (29/7), no Bourbon Convention Ibirapuera Hotel, em São Paulo, onde realizaram o I Fórum Nacional da Direita e Conservadorismo do Brasil.

Patrocinado pela Fundação Jânio Quadros, ligada ao Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), o fórum foi uma iniciativa de José Levy Fidelix da Cruz. Fundador e presidente do PRTB, ele é um político que concorreu a quase todos os cargos, sem jamais se eleger. Ainda assim, tinha pretensão de provocar uma grande mudança, como anunciava o cartaz prevendo que:

"A partir desta data o Brasil vai ficar mais à direita". O encontro, sem dúvida, resulta da maciça campanha contra partidos de esquerda, em especial o PT, promovida a partir da Operação Lava Jato, com o apoio da mídia tradicional. Não, por outro motivo, quem andou no saguão do hotel, logo se convenceu e relatou ao Blog: "É uma festa, aonde são louvados Moro e Dallagnol. Eles não estão presentes, mas é como se estivessem".

Leia o texto na íntegra no Blog de Marcelo Auler

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247