Autor de projeto antimasturbação já fez sucesso com música de cunho sexual

Membro da bancada evangélica na Câmara, o deputado federal Marcelo Aguiar (DEM-SP) ganhou as páginas dos jornais nos últimos dias após apresentar projeto de lei que prevê a implantação de uma "filtro" na internet para que material com conteúdo pornográfico tenha transmissão interrompida para celulares e tablets; curiosamente, "nos anos 90, Marcelo era artista protosertanejo, usava mullet e cantava "Não Dá Pra Fazer Amor Sem Ter Você", um mela-cueca", relembra o jornalista Kiko Nogueira, do Diário do Centro do Mundo

deputado Marcelo Aguiar (DEM-SP)
deputado Marcelo Aguiar (DEM-SP) (Foto: Paulo Emílio)

247 - Membro da bancada evangélica na Câmara, o deputado federal Marcelo Aguiar (DEM-SP) ganhou as páginas dos jornais nos últimos dias após apresentar projeto de lei que prevê a implantação de uma "filtro" para que material com conteúdo pornográfico tenha sua transmissão interrompida para aparelhos celulares.

Apesar do moralismo, curiosamente, "nos anos 90, Marcelo era artista protosertanejo, usava mullet e cantava "Não Dá Pra Fazer Amor Sem Ter Você", um mela-cueca", relembra o jornalista Kiko Nogueira, do Diário do Centro do Mundo.

Se hoje o parlamentar afirma que "estudos atualizados informam um aumento no número de viciados em conteúdo pornô e na masturbação devido ao fácil acesso pela internet e à privacidade que celular e o tablet proporcionam", na década de 90 o seu maior sucesso trazia como refrão a letra "não dá pra continuar sofrendo assim/Não dá, não dá/Não dá pra continuar vivendo assim/Não dá, não não dá/Não dá pra levar a vida sem você/Não dá, não dá/Não dá pra fazer amor sem ter você/Não dá, não não dá".

Assista ao vídeo da música "Não dá pra fazer amor sem ter você". 

 

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247