Banco do Brasil a caminho da privatização?

"Não é, ainda, a privatização do maior banco público brasileiro. Mas emite um sinal preocupante de que isso possa vir a acontecer adiante. Só falta usar, para isso, a desculpa de que ali há irregularidades, como o recente dirigismo de milionária licitação de publicidade, apanhado no contrapé pela reportagem da Folha. De um governo que "moderniza" o Brasil para o século 19, tudo se pode esperar", escreve o jornalista Fernando Brito, do Tijolaço, ao comentar reportagem do Valor sobre o assunto

Brasil, Rio de Janeiro, RJ. 22/06/2010. Pedestres caminham em frente � fachada de ag�ncia do Banco do Brasil, no centro do Rio de Janeiro. - Cr�dito:PAULO VITOR/AG�NCIA ESTADO/AE/Codigo imagem:81162
Brasil, Rio de Janeiro, RJ. 22/06/2010. Pedestres caminham em frente � fachada de ag�ncia do Banco do Brasil, no centro do Rio de Janeiro. - Cr�dito:PAULO VITOR/AG�NCIA ESTADO/AE/Codigo imagem:81162 (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Fernando Brito, do Tijolaço - Valor noticia que o Tesouro Nacional – leia-se o Ministério da Fazenda e Henrique Meirelles, determinou na sexta-feira a venda das ações do Banco do Brasil detidas pelo fundo soberano. Com isso, a participação da União no controle acionário do banco cai para 50,7% do capital votante.

Embora existam outras participações acionárias indiretas – via Fundo de Previdência, a Previ, e o Fundo de Investimentos do FGTS – a margem de controle cai de forma preocupante. Cai, também, a participação do Estado brasileiro nos lucros – imensos – do banco, que representam fonte de receitas públicas.

Não é, ainda, a privatização do maior banco público brasileiro. Mas emite um sinal preocupante de que isso possa vir a acontecer adiante.

Só falta usar, para isso, a desculpa de que ali há irregularidades, como o recente dirigismo de milionária licitação de publicidade, apanhado no contrapé pela reportagem da Folha.

De um governo que “moderniza” o Brasil para o século 19, tudo se pode esperar.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247