Band sobre morte de Boechat: estamos todos tristes e abalados

Em nota, o Grupo Bandeirantes de Comunicação "lamenta o súbito falecimento do jornalista Ricardo Boechat, hoje em São Paulo", "com profunda consternação"; João Carlos Saad, presidente da empresa, diz que "o jornalismo e o Brasil perderam hoje uma referência insubstituível. E nós, do Grupo Band, perdemos um amigo e profissional que jamais esqueceremos"

Band sobre morte de Boechat: estamos todos tristes e abalados
Band sobre morte de Boechat: estamos todos tristes e abalados (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Em nota, o Grupo Bandeirantes de Comunicação "lamenta o súbito falecimento do jornalista Ricardo Boechat, hoje em São Paulo", "com profunda consternação". João Carlos Saad, presidente da empresa, diz que "o jornalismo e o Brasil perderam hoje uma referência insubstituível. E nós, do Grupo Band, perdemos um amigo e profissional que jamais esqueceremos".

Leia abaixo a íntegra do comunicado:

NOTA DE PESAR

É com profunda consternação que o Grupo Bandeirantes de Comunicação lamenta o súbito falecimento do jornalista Ricardo Boechat, hoje em São Paulo.

Além de um profissional muitíssimo conceituado, premiado e admirado, o Brasil perde um grande homem, pai de seis filhos, avô e amado esposo.

A toda sua família, e à família do piloto Ronaldo Quatrucci, transmitimos mais uma vez nossos sentimentos.

Estamos todos, funcionários e colaboradores, muito tristes e abalados com esta trágica notícia.

Agradecemos as inúmeras mensagens de carinho, tanto dos telespectadores e ouvintes quanto de emissoras e veículos da imprensa nacional e internacional.

"O jornalismo e o Brasil perderam hoje uma referência insubstituível. E nós, do Grupo Band, perdemos um amigo e profissional que jamais esqueceremos", lamenta João Carlos Saad, presidente do Grupo Bandeirantes de Comunicação.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247