Barcinski: “Quanto custa a opinião de um Youtuber?”

Em seu blog no site UOL, o jornalista André Barcinski analisa a polêmica envolvendo o patrocínio do governo federal, no valor de R$ 65 mil, para que o canal no YouTube "Você Sabia" fizesse um vídeo em defesa das mudanças no ensino médio; "Não vou entrar na discussão sobre as reformas do ensino médio ou questionar se os Youtubers acreditam no que estão falando. O que impressiona mesmo é perceber que boa parte dos assinantes (o canal tem 7 milhões) não consegue diferenciar entre opinião e propaganda", escreve Barcinski

Em seu blog no site UOL, o jornalista André Barcinski analisa a polêmica envolvendo o patrocínio do governo federal, no valor de R$ 65 mil, para que o canal no YouTube "Você Sabia" fizesse um vídeo em defesa das mudanças no ensino médio; "Não vou entrar na discussão sobre as reformas do ensino médio ou questionar se os Youtubers acreditam no que estão falando. O que impressiona mesmo é perceber que boa parte dos assinantes (o canal tem 7 milhões) não consegue diferenciar entre opinião e propaganda", escreve Barcinski
Em seu blog no site UOL, o jornalista André Barcinski analisa a polêmica envolvendo o patrocínio do governo federal, no valor de R$ 65 mil, para que o canal no YouTube "Você Sabia" fizesse um vídeo em defesa das mudanças no ensino médio; "Não vou entrar na discussão sobre as reformas do ensino médio ou questionar se os Youtubers acreditam no que estão falando. O que impressiona mesmo é perceber que boa parte dos assinantes (o canal tem 7 milhões) não consegue diferenciar entre opinião e propaganda", escreve Barcinski (Foto: José Barbacena)

247 - Em seu blog no site UOL, o jornalista André Barcinski analisa a polêmica envolvendo o patrocínio do governo federal, no valor de R$ 65 mil, para que o canal no YouTube "Você Sabia" fizesse um vídeo em defesa das mudanças no ensino médio. 

Apresentado pelos Youtubers Lukas Marques e Daniel Molo, o vídeo, chamado “Tudo que você precisa saber sobre o novo ensino médio” estreou em 31 de outubro de 2016 e já tem mais de 2 milhões de visualizações.

"Não vou entrar na discussão sobre as reformas do ensino médio ou questionar se os Youtubers acreditam no que estão falando. O que impressiona mesmo é perceber que boa parte dos assinantes (o canal tem 7 milhões) não consegue diferenciar entre opinião e propaganda", escreve Barcinski.

Veja o comentário completo

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247