Big Brother Brasil se cristaliza como motel by tv

Bomba, bomba; cenas de sexo de Yuri e Laisa debaixo do edredon literalmente bombam na internet (assista); exibidas pelo pay-per-view; atrao de Pedro Bial fica definitivamente carimbada como o maior motel pblico do Brasil; pergunta: no teria sido didtico pelo menos usar camisinha?!?

Big Brother Brasil se cristaliza como motel by tv
Big Brother Brasil se cristaliza como motel by tv (Foto: Reprodução)

247 – Sexo é bom e todo mundo gosta. Mas é mesmo correto disseminar em rede nacional, num programa com milhões de espectadores, de todas as faixas de idade, o sexo casual, inseguro e em alguns de seus detalhes mais íntimos? A resposta, para alguns, é fácil – não, não é correto! --, para outros também não há dificuldades – sim, sem problemas! – e muita gente também fica no talvez sim, talvez não. O fato é que a questão, à luz do que é recorrente no Big Brother Brasil, da Rede Globo, desperta polêmica.

Proibidos de falar sobre política – portanto, discutir questões outras além das sociais, para eles, impossível --, selecionados pelos atributos do corpo e envolvidos num ambiente alcóolico e diáfano, evolução dos epicuristas do início do século passado, os brothers e sisters passam o dia discutindo seus umbigos e o que está bem perto à volta deles. Entre um papo furado e outro, pegação.

Na noite da quinta-feira, o que se viu, especialmente para quem tinha pay-per-view, foi mais uma cena de sexo casual, agora entre Laisa e Yuri, cujas imagens bombaram, durante todo o dia seguinte, na internet. Nada contra – pelo menos dessa vez não houve acusação de estupro – e nada a favor. O que fica do episódio é a consolidação do Big Brother Brasil como um motel em cena aberta, by tv. Se era isso o que o diretor Boninho e o apresentador Pedro Bial queriam, chegaram lá para não sair mais. Assista:

 

 


Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247