Blogueiro bolsonarista tem monetização bloqueada por determinação do Google

O youtuber Bernardo Kuster, dono de um dos maiores canais entre os bolsonaristas, teve sua monetização bloqueada por determinação do Google. Na prática, os vídeos de Kuster não receberão novos anúncios e consequentemente dinheiro da empresa

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O youtuber bolsonarista Bernardo Kuster teve seu canal desmonetizado na última semana, por decisão que bloqueia a vinculação de anúncios do Google aos vídeos e consequentemente o financiamento da empresa ao produtor de conteúdo. A reportagem é do jornal O Globo. 

Kuster é um dos blogueiros mais populares entre os que defendem o governo Jair Bolsonaro. No YouTube, sua conta tem mais de 924 mil inscritos. A reportagem ainda estima que o canal rendia aproximadamente R$ 16 mil por mês apenas com a monetização, agora bloqueada, proporcionada pela plataforma.

Kuster também é um dos blogueiros investigados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no inquérito das Fake News. No entanto, a decisão de bloqueio da monetização não foi determinada judicialmente.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247