Blogueiro que atacou Greta Thunberg é recontratado pelas empresas que o “demitiram” no RN

O blogueiro e radialista Gustavo Negreiros, que ficou mundialmente conhecido por atacar a ativista sueca Greta Thunberg em setembro de 2019, foi recontratado pelas duas empresas que o haviam demitido na época

Radialista Gustavo Negreiros em programa da rádio 96 FM de Natal (RN)
Radialista Gustavo Negreiros em programa da rádio 96 FM de Natal (RN) (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Rafael Duarte, da agência Saiba Mais - O blogueiro e radialista Gustavo Negreiros, que ficou mundialmente conhecido por atacar a ativista sueca Greta Thunberg em setembro de 2019, foi recontratado pelas duas empresas que o haviam demitido na época.

Nesta segunda-feira (6), ele anunciou o próprio retorno a TV Tropical, afiliada da Rede Record, no Rio Grande do Norte. A concessão da emissora é cedida à família do ex-senador da República José Agripino Maia (DEM), alvo de quatro inquéritos na Justiça por suspeita de corrupção.

Leia aqui a íntegra.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247