Bolsonaro diz que “o maior problema do Brasil é a imprensa” e chama colunista do Globo de 'sem caráter' (vídeo)

Bolsonaro citou diretamente Lauro Jardim, do jornal O Globo. "Por exemplo, hoje está o Lauro Jardim, [dizendo] que ontem o Temer ligou para mim. Ele inventa uma historinha embaixo, dizendo que eu estou influenciando a eleição [da Câmara]. É gente que não tem caráter, né? Lauro Jardim e tantos outros aí”; Assista

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um dia após dizer que o Brasil está quebrado e que não pode "fazer nada", culpando a imprensa por sua incompetência, Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (6) que a mídia é “o maior problema do Brasil", voltando a chamar os jornalistas de 'sem caráter". Desta vez, Bolsonaro citou diretamente o colunista do jornal O Globo Lauro Jardim.

“Confusão ontem, você viu? Que eu falei que o Brasil estava quebrado. Não, o Brasil está bem, está uma maravilha. A imprensa sem vergonha, essa imprensa sem vergonha faz uma onda terrível aí. Para imprensa bom estava Lula, Dilma, gastava R$ 3 bilhões por ano para eles”, disse Bolsonaro.

“O maior problema do Brasil não é com alguns órgãos, é a imprensa. Por exemplo, hoje está o Lauro Jardim, [dizendo] que ontem o Michel Temer ligou para mim. De vez em quando eu falo com ele, mas tem mais de 30 dias que eu não falo. Ai ele inventa uma historinha embaixo, dizendo que eu estou influenciando a eleição da mesa [da Câmara]. É gente que não tem caráter, né? Lauro Jardim e tantos outros aí”, completou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email