Bolsonaro lança mais fake news em suas lives, desta vez sobre o TSE

Depois do vexame na Assembleia Geral da ONU, Bolsonaro voltou às lives para distorcer uma decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e defender uma punição para o jornal Folha de S. Paulo. Bolsonaro disse em sua live que a corte decidiu que“não houve disparo em massa no WhatsApp pelo candidato Jair Bolsonaro”. Não houve, porém, qualquer decisão do TSE neste sentido

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Depois do vexame na Assembleia Geral da ONU, Bolsonaro voltou às lives para distorcer uma decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e defender uma punição para o jornal Folha de S. Paulo. Bolsonaro disse em sua live que a corte decidiu que“não houve disparo em massa no WhatsApp pelo candidato Jair Bolsonaro”. Não houve, porém, qualquer decisão do TSE neste sentido.

A reportagem do jornal destaca a fala do ex-militar: "no ano passado, a Folha de S.Paulo, sempre a Folha, né!? Impressionante, tudo começa com a Folha. Fez uma matéria me acusando de disparar em massa WhatsApp, né, para fins eleitorais. A Folha publicou e o que o PT fez? Entrou com uma ação no TSE. E o que o TSE fez? apurou, está certo? E a decisão saiu hoje. Hoje o TSE decidiu: não houve disparo em massa pelo WhatsApp pelo candidato Jair Bolsonaro e ponto final. Então, houve o fake news da Folha. E depois deu trabalho ao TSE. Agora, tinha de ter uma punição para o PT. Tinha de ter uma punição para a Folha de S.Paulo. Não pode publicar as coisas. É comum acontecer isso daí."

A matéria ainda sublinha que "mais tarde no Twitter, Bolsonaro voltou ao assunto e disse que havia sido "absolvido" pelo TSE, outra informação que não procede."

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email