Boulos: morte brutal de travesti exige resposta

O líder nacional do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), Guilherme Boulos, manifestou indignação em seu Twitter diante do assassinato brutal de uma travesti em Campinas; Genilson José da Silva teve seu coração arrancado; Boulos afirmou: "é a atrocidades como essa que conduz o discurso LGBTfóbico e o desrespeito à diversidade. Basta de crimes de ódio!"

Boulos: morte brutal de travesti exige resposta
Boulos: morte brutal de travesti exige resposta (Foto: Mídia NINJA)

247 - O líder nacional do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), Guilherme Boulos, manifestou indignação em seu Twitter diante do assassinato brutal de uma travesti em Campinas. Genilson José da Silva teve seu coração arrancado. Boulos afirmou: "é a atrocidades como essa que conduz o discurso LGBTfóbico e o desrespeito à diversidade. Basta de crimes de ódio!"

Veja o Twitter de Guilherme Boulos: 

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247