Brasília treme: Intercept anuncia a próxima bomba

O site The Intercept Brasil anunciou na noite desta sexta-feira, 14, que deverá publicar "em breve" o novo capítulo sobre o escândalo da Lava Jato, que pode tornar insustentável a permanência do ministro Sérgio Moro no cargo de ministro da Justiça do governo Bolsonaro; foi o que indicou o jornalista Glenn Greenwald pela manhã; "quero ver Moro se segurar na cadeira depois das próximas revelações"

247 - O site The Intercept Brasil anunciou na noite desta sexta-feira, 14, que deverá publicar "em breve" uma nova reportagem sobre o escândalo da Lava Jato,o que pode tornar insustentável a permanência do ministro Sérgio Moro no cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública. 

Pela manhã, durante entrevista ao programa de Juremir Machado na rádio Guaíba, em Porto Alegre, o jornalista Glenn Greenwald, que está à frente da série de reportagens que mostram o conluio entre Sérgio Moro e Deltan Dallagnol na construção da farsa jurídica que condenou o ex-presidente Lula, fez uma afirmação bombástica: "quero ver Moro se segurar na cadeira depois das próximas revelações". 

A afirmação é uma resposta do jornalista à entrevista de Sérgio Moro a um dos jornalistas de confiança da Operação Lava Jato, Fausto Macedo, do jornal O Estado de S. Paulo. Na entrevista, publicada nesta sexta, Moro desafiou a Vaza Jato: "Se quiserem publicar tudo, publiquem. Não tem problema". Moro garantiu que não pensa em renunciar.

Segundo o jornalista Ricardo Noblat, a nova reportagem do Intercept pode trazer mensagens de Moro ao desembargador João Pedro Gebran Neto, do TRF-4, e à juíza Gabriela Hardt, que o substituiu na 13ª Vara da Justiça Federal em Curitiba. "Quem conhece bem as entranhas da Lava Jato diz que o maior perigo que corre o ex-juiz Sérgio Moro é o de ter reveladas as mensagens que trocou com a juíza federal Gabriela Hardt e com o desembargador João Pedro Gebran Neto", escreveu Noblat no Twitter (leia mais no Brasil 247). 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247