Carta Capital relata a dolce vita dos delatores do PT

Reportagem de capa mostra como vivem os empresários que participaram de esquemas de corrupção e, em acordos de delação premiada, apontaram participação de agentes políticos do PT e aliados nas irregularidades; "Nossos delatores premiados têm todos casas nababescas, sítios mirabolantes. Algo infinitamente mais luxuoso do que o triplex que Lula não tem na praia dos farofeiros no Guarujá, e nem se fala no sítio de atibais", diz o editor-chefe da revista, Mino Carta; um deles é o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, que cumpre prisão domiciliar em uma casa de luxo em Fortaleza, com quadra poliesportiva, piscina e garagem para 10 carros

Reportagem de capa mostra como vivem os empresários que participaram de esquemas de corrupção e, em acordos de delação premiada, apontaram participação de agentes políticos do PT e aliados nas irregularidades; "Nossos delatores premiados têm todos casas nababescas, sítios mirabolantes. Algo infinitamente mais luxuoso do que o triplex que Lula não tem na praia dos farofeiros no Guarujá, e nem se fala no sítio de atibais", diz o editor-chefe da revista, Mino Carta; um deles é o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, que cumpre prisão domiciliar em uma casa de luxo em Fortaleza, com quadra poliesportiva, piscina e garagem para 10 carros
Reportagem de capa mostra como vivem os empresários que participaram de esquemas de corrupção e, em acordos de delação premiada, apontaram participação de agentes políticos do PT e aliados nas irregularidades; "Nossos delatores premiados têm todos casas nababescas, sítios mirabolantes. Algo infinitamente mais luxuoso do que o triplex que Lula não tem na praia dos farofeiros no Guarujá, e nem se fala no sítio de atibais", diz o editor-chefe da revista, Mino Carta; um deles é o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, que cumpre prisão domiciliar em uma casa de luxo em Fortaleza, com quadra poliesportiva, piscina e garagem para 10 carros (Foto: Aquiles Lins)

247 - Reportagem de capa da revista Carta Capital neste fim de semana mostra a boa vida dos empresários que participaram de esquemas de corrupção com obras e recursos públicos e firmaram acordos de delação premiada, apontando participação de agentes políticos do PT e aliados em irregularidades. 

"Nossos delatores premiados têm todos casas nababescas, sítios mirabolantes. Algo infinitamente mais luxuoso do que o triplex que Lula não tem na praia dos farofeiros no Guarujá, e nem se fala no sítio de atibais", diz o editor-chefe da Carta Capital, Mino Carta. "Eles estão eventualmente de tornozeleira eletrônica, mas estão gozando das benesses das duas riquezas. Estão realmente numa doce vida", acrescentou. 

Um deles é o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado. Ele deve cumprir pena de dois anos e três meses em prisão domiciliar em sua residência em Fortaleza, uma mansão em área nobre. O imóvel é uma casa de luxo no Bairro Dunas, no litoral da cidade, e está cercado por mansões.

A residência possui quadra poliesportiva, piscina e garagem para 10 carros. Ele tem permissão para receber em casa apenas advogados, profissionais de saúde e uma relação restrita de 27 familiares e amigos.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247