Cenário internacional favorável a Lula começa a prevalecer no país

A assessora no Senado Federal da República Tânia Maria de Oliveira, membro da ABJD - Associação Brasileira de Juristas pela Democracia, afirma em artigo publicado no site Carta Maior que "os olhares do mundo estão sobre nosso país. Da suprema autoridade da Igreja Católica, o Papa Francisco, a personalidades do mundo jurídico, intelectual e político, todos os dias chegam demonstrações de preocupação com o estado de nossa fragilizada democracia, solapada por um golpe parlamentar que retirou o mandato da presidenta eleita e mantém seu maior líder popular, que está à frente das pesquisas de opinião para Presidente da República, preso há mais de 100 dias"

Cenário internacional favorável a Lula começa a prevalecer no país
Cenário internacional favorável a Lula começa a prevalecer no país (Foto: RICARDO STUCKERT)

247 -  A assessora no Senado Federal da República Tânia Maria de Oliveira, membro da ABJD - Associação Brasileira de Juristas pela Democracia, afirma em artigo publicado no site Carta Maior que "os olhares do mundo estão sobre nosso país. Da suprema autoridade da Igreja Católica, o Papa Francisco, a personalidades do mundo jurídico, intelectual e político, todos os dias chegam demonstrações de preocupação com o estado de nossa fragilizada democracia, solapada por um golpe parlamentar que retirou o mandato da presidenta eleita e mantém seu maior líder popular, que está à frente das pesquisas de opinião para Presidente da República, preso há mais de 100 dias".

Oliveira perpassa, no artigo publicado no site Carta Maior, o processo que persegue o ex-presidente Lula e faz uma espécie de avaliação do cenário externo que começa a reverberar de maneira mais incisiva no país: "o processo injusto e indigno que sofre o ex-presidente Lula, vítima da perseguição implacável de um sistema de justiça parcial e manipulador, teve seu dia de máscaras desnudas. Depois de ser condenado, sem qualquer prova, pela suposta propriedade de um imóvel que não está em seu nome e no qual nunca habitou, de ter decretada uma prisão antes de se esgotarem os recursos, o ex-presidente tem seu direito a ser candidato ao cargo máximo na nação posto à mesa dos debates públicos."

Ela prossegue: "os olhares do mundo estão sobre nosso país. Da suprema autoridade da Igreja Católica, o Papa Francisco, a personalidades do mundo jurídico, intelectual e político, todos os dias chegam demonstrações de preocupação com o estado de nossa fragilizada democracia, solapada por um golpe parlamentar que retirou o mandato da presidenta eleita e mantém seu maior líder popular, que está à frente das pesquisas de opinião para Presidente da República, preso há mais de 100 dias."



Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247