Ciro Gomes no Roda Viva: Temer é golpista e Pedro Parente, uma fraude

Ontem, no programa Roda Viva da TV Cultura de São Paulo, o pré-candidato a presidência da república Ciro Gomes atirou para todos os lados: chamou Temer de escroque usurpador e denunciou a política fraudulenta de preços da Petrobrás; Ciro verbalizou no programa o clima de indignação que tomou o país nos últimos meses

Pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, discursa em evento com sindicalistas em São Paulo 27/04/2018 REUTERS/Nacho Doce
Pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, discursa em evento com sindicalistas em São Paulo 27/04/2018 REUTERS/Nacho Doce (Foto: Gustavo Conde)

247 – Ontem, no programa Roda Viva da TV Cultura de São Paulo, o pré-candidato a presidência da república Ciro Gomes atirou para todos os lados: Chamou Temer de escroque usurpador e denunciou a política fraudulenta de preços da Petrobrás. Ciro verbalizou ali o clima de indignação que tomou o país nos últimos meses.

“O pré-candidato à presidência Ciro Gomes (PDT), em entrevista concedida na noite desta segunda-feira (28) a jornalistas da bancada do “Roda Viva”, da TV Cultura, fez duras críticas à política de preços da Petrobras, que culminou na alta do diesel e teve como consequência a paralisação dos caminhoneiros. “Pedro Parente, para servir aos interesses estrangeiros, pratica uma política fraudulenta de preços na Petrobras”, afirmou, classificando ainda a política de preços alinhada ao preço do barril de petróleo no mercado internacional como “criminosa”.

Entre uma pergunta e outra, o ex-ministro chamou o governo de Michel Temer de “golpista” e criticou o tipo de relação que o Brasil mantém atualmente com o mercado financeiro. “O mercado, essa entidade fantasmagórica, atribuiu um poder a si próprio de tutelar a democracia. Eu não aceito isso”, disparou.

Leia mais aqui.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247