Colunista aponta que militares veem Lula como inimigo

Conhecido pelas fontes que possui junto as Forças Armadas, o jornalista Alberto Bombig diz que a possibilidade do ex-presidente Lula conseguir deixar a prisão neste ano reacendeu o "alerta na caserna" e que os militares agora avaliam que o governo "deve evitar disputas estéreis e se lembrar sempre de quem é o inimigo comum: a esquerda e o PT"; segundo reportagem da Agência Xeque, do jornalista Luís Nassif a informação, porém, apesar do título, a notícia "não é checável"

Colunista aponta que militares veem Lula como inimigo
Colunista aponta que militares veem Lula como inimigo

247 - Conhecido pelas fontes que possui junto as Forças Armadas, o jornalista Alberto Bombig diz, na Coluna do Estadão, que a possibilidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva conseguir deixar a prisão neste ano reacendeu o "alerta na caserna". O temor, segundo ele, é que Lula" invista na criação de um novo "poste" para futuras eleições" e que o governo "deve evitar disputas estéreis e se lembrar sempre de quem é o inimigo comum: a esquerda e o PT". Segundo reportagem da Agência Xeque, do jornalista Luís Nassif a informação, porém, apesar do título, a notícia "não é checável".

"Trata-se de velho vício da cobertura. Entrevista-se um empresário e solta-se matéria dizendo que "os empresários" pensam isso ou aquilo", destaca Nassif. Segundo ele, "a cobertura brasiliense ainda não conseguiu identificar os diversos grupos de influência que compõem as Forças Armadas"

'Enfim, é um universo amplo que é reduzido, pela nota, a um genérico "militares". Volta-se ao caso do elefante e dos 7 cegos. Se eu conversar com um militar legalista e ele disser que tem que reduzir o clima de guerra – como o próprio Hamilton Mourão tem dito – poderei usar o genérico "os militares são a favor da distensão"', ressalta Nassif.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247