Conteúdo que negue ou distorça o Holocausto será banido, anuncia Facebook

A rede social informou ainda que já excluiu mais de 250 organizações de supremacia branca da plataforma e retirou do ar 22,5 milhões de discursos de ódio

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Facebook anunciou que banirá todo o conteúdo que negue ou distorça o Holocausto, direcionando usuários que interagem com esse tipo de conteúdo a fontes verificadas. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (12) no site da empresa.

“Organizações que estudam tendências em discurso de ódio estão relatando aumento nos ataque on-line contra muitos grupos ao redor do mundo, e continuamos nossos esforços para removê-los. Banimos mais de 250 organizações de supremacia branca e atualizamos nossas políticas”, destacou um trecho do comunicado do Facebook.

A empresa informou ainda que retirou do ar 22,5 milhões de discursos de ódio da plataforma, apenas no segundo trimestre de 2020 e disse que a decisão está relacionada ao nível alarmante de ignorância sobre o Holocausto, principalmente entre os jovens.

"Após um ano de consultas com especialistas externos, recentemente banimos os estereótipos anti-semitas sobre o poder coletivo dos judeus”, acrescenta o Facebook, enfatizando que a aplicação dessas políticas será imediata, mas que levará algum tempo para treinar os revisores e sistemas sobre a aplicação.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247