Crescimento de Haddad ofusca Bolsonaro no 2º turno e desidrata tese do voto útil

O jornalista Thiago Barbosa afirma que a ascensão de Fernando Haddad na corrida eleitoral ofuscou a candidatura do ex-militar reformado Jair Bolsonaro; para Barbosa, a tese do 'voto útil' já caiu por terra e o volume de atrocidades verbais do candidato fascista começa a 'estalar' no eleitorado, como sói acontecer em processos acelerados de campanha eleitoral, em que as vísceras de todos os candidatos são expostas para o eleitor

Crescimento de Haddad ofusca Bolsonaro no 2º turno e desidrata tese do voto útil
Crescimento de Haddad ofusca Bolsonaro no 2º turno e desidrata tese do voto útil

247 - O jornalista Thiago Barbosa afirma que a ascensão de Fernando Haddad na corrida eleitoral ofuscou a candidatura do ex-militar reformado Jair Bolsonaro. Para Barbosa, a tese do 'voto útil' já caiu por terra e o volume de atrocidades verbais do candidato fascista começa a 'estalar' no eleitorado, como sói acontecer em processos acelerados de campanha eleitoral, em que as vísceras de todos os candidatos são expostas para o eleitor. 

Em seu artigo especial para o site DCM, Thiago Barbosa destaca: "as entrelinhas do recorte eleitoral feito pelas principais pesquisas de intenção de voto, a duas semanas do primeiro turno, são eloquentes: o reencontro do Brasil com a democracia passará, obrigatoriamente, pela confiança no PT. A ascensão de Fernando Haddad – insuflada pela transferência dos votos lulistas – já ofusca Jair Bolsonaro no segundo turno e desidrata a tese do voto útil difundida sob receio da vitória do candidato da extrema-direita".

E redesenha um cenário eleitoral modificado pela mais recente pesquisa do Ibope: "o cenário é ainda mais animador para o representante da esquerda porque o capitão da reserva estancou nos 28% enquanto o movimento do petista (22%) é de alta – com possibilidade de crescimento entre o eleitorado para quem ele é desconhecido".

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247