Cristovam Buarque vira herói do Globo com sua autocrítica em nome da esquerda

Era previsível e aconteceu. Ao escrever um livro em que faz a chamada autocrítica da esquerda, Cristovam Buarque recebeu elogios da família Marinho e terá mais espaço na Globo

Cristovam: “Como a esquerda elegeu a direita no Brasil”.
Cristovam: “Como a esquerda elegeu a direita no Brasil”. (Foto: Edmilson Rodrigues/Agência Senado)

247 – O ex-senador Cristovam Buarque, que votou a favor do golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff, processo que abriu espaço para a ascensão do fascismo no Brasil, é o novo herói do jornal O Globo por ter feito uma pretensa autocrítica em nome da esquerda. 

"No PT de Lula, mestre do centralismo democrático, não se faz autocrítica. Mas a necessária admissão de culpa está sendo feita por alguém que já foi da cúpula do partido, governou o Distrito Federal pela legenda e ocupou o Ministério da Educação no primeiro governo Lula. Podem dizer que o reconhecimento de culpas do PT e da esquerda feito por Cristovam Buarque no livro 'Por que falhamos — o Brasil de 1992 a 2018' não tem legitimidade, por ele haver se distanciado há muito tempo do partido. Mas isso não reduz o peso de suas palavras dentro da esquerda, não apenas no PT", aponta o editorial deste domingo.

O livro de Cristovam sairá na versão em inglês com o título: “Como a esquerda elegeu a direita no Brasil”.

"Sem reconhecer erros e culpas não se irá longe", aponta ainda o editorial.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247