DCM: por que Civita não se manda para os EUA?

Editor do Diário do Centro do Mundo, o jornalista Paulo Nogueira afirma que o herdeiro da Abril, Giancarlo Civita age com ingratidão com o Brasil, que proporcionou o crescimento do grupo pelo seu avô e fundador, Victor Civita; "Por que, então, Giancarlo Civita não faz o caminho inverso do seu avô e volta para os Estados Unidos?", perguntou; "Os Civitas fazem mal ao Brasil hoje. Uma vez que gratidão não têm mesmo, que pelo menos poupem o país de sua pregação tão nociva, tão injusta e tão desonesta", criticou Nogueira

Editor do Diário do Centro do Mundo, o jornalista Paulo Nogueira afirma que o herdeiro da Abril, Giancarlo Civita age com ingratidão com o Brasil, que proporcionou o crescimento do grupo pelo seu avô e fundador, Victor Civita; "Por que, então, Giancarlo Civita não faz o caminho inverso do seu avô e volta para os Estados Unidos?", perguntou; "Os Civitas fazem mal ao Brasil hoje. Uma vez que gratidão não têm mesmo, que pelo menos poupem o país de sua pregação tão nociva, tão injusta e tão desonesta", criticou Nogueira
Editor do Diário do Centro do Mundo, o jornalista Paulo Nogueira afirma que o herdeiro da Abril, Giancarlo Civita age com ingratidão com o Brasil, que proporcionou o crescimento do grupo pelo seu avô e fundador, Victor Civita; "Por que, então, Giancarlo Civita não faz o caminho inverso do seu avô e volta para os Estados Unidos?", perguntou; "Os Civitas fazem mal ao Brasil hoje. Uma vez que gratidão não têm mesmo, que pelo menos poupem o país de sua pregação tão nociva, tão injusta e tão desonesta", criticou Nogueira (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em artigo publicado nesta sexta-feira, 15, no Diário do Centro do Mundo, o jornalista Paulo Nogueira faz uma comparação entre o fundador da Abril, Victor Civita, com o seu herdeiro mais importante, Giancarlo Civita, que publica a revista Veja. 

"Como explicar o ódio do Brasil que emana da principal revista de Giancarlo Civita?", questiona. "Não fosse o Brasil, ele talvez estivesse agora batalhando como vendedor ou mecânico nos Estados Unidos, como o avô antes de se mudar para São Paulo. Pioramos nós, ou foram os Civitas que pioraram?", completa. 

Paulo Nogueira repercute a notícia de um blogueiro da da BBC, que disse não entender a rejeição dos brasileiros pelo próprio país, "de invejável reputação no exterior". 

"Não é o todo, naturalmente, mas uma parte que, sob a inspiração da Veja, despreza o Brasil e idolatra os Estados Unidos. Depois de ler o blogueiro, me perguntei: por que, então, Giancarlo Civita não faz o caminho inverso do seu avô e volta para os Estados Unidos?", pergunta. "Graças ao Brasil e aos brasileiros, ele e a família poderiam levar uma vida mansa e luxuosa em Miami".

Para o editor do DCM, sem os Civitas, a Veja talvez pare de cuspir no Brasil e de jogar para o abismo a autoestima dos brasileiros que a leem. "Os Civitas fazem mal ao Brasil hoje. Uma vez que gratidão não têm mesmo, que pelo menos poupem o país de sua pregação tão nociva, tão injusta e tão desonesta", afirma. 

Leia na íntegra o artigo de Paulo Nogueira. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247