DCM: provas de Léo Pinheiro contra Lula são mais frágeis que convicções

"Pinheiro vai ter de mostrar serviço agora que topou entregar Lula na delação premiada. Mas o que ele tem manga?", questiona Kiko Nogueira, do Diário do Centro do Mundo; "Se Léo Pinheiro não tiver 'provas' melhores contra Lula, ele vai ter de inventar", afirma o jornalista

"Pinheiro vai ter de mostrar serviço agora que topou entregar Lula na delação premiada. Mas o que ele tem manga?", questiona Kiko Nogueira, do Diário do Centro do Mundo; "Se Léo Pinheiro não tiver 'provas' melhores contra Lula, ele vai ter de inventar", afirma o jornalista
"Pinheiro vai ter de mostrar serviço agora que topou entregar Lula na delação premiada. Mas o que ele tem manga?", questiona Kiko Nogueira, do Diário do Centro do Mundo; "Se Léo Pinheiro não tiver 'provas' melhores contra Lula, ele vai ter de inventar", afirma o jornalista (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, "vai ter de mostrar serviço agora que topou entregar Lula na delação premiada. Mas o que ele tem manga?", questiona o jornalista Kiko Nogueira, do Diário do Centro do Mundo.

Nogueira destaca que as "provas" prometidas por Pinheiro que revelariam que o triplex no Guarujá seria do ex-presidente Lula são registros de telefonemas sem o conteúdo das conversas, de carros do Instituto Lula passando pelo pedágio a caminho do Guarujá e emails mostrando o agendamento de encontros entre Léo Pinheiro, Lula e o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto.

"Pinheiro prometeu entregar mais. Ele terá de se esforçar para escapar da armadilha que, ao que parece, criou para si mesmo para agradar a Sergio Moro. Inventar será uma opção. E isso se chama delação caluniosa", diz o colunista. Leia aqui.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247