Decepcionado, Dimenstein pede desculpas por já ter apoiado Moro

O jornalista Gilberto Dimenstein, editor e fundador do site Catraca Livre, pediu desculpas ao público nesta segunda-feira (13) por já ter defendido o ex-juiz chefe da Operação Lava Jato, Sergio Moro, hoje ministro da Justiça e Segurança Pública do governo Bolsonaro

Decepcionado, Dimenstein pede desculpas por já ter apoiado Moro
Decepcionado, Dimenstein pede desculpas por já ter apoiado Moro (Foto: Reprodução)

247 - O jornalista Gilberto Dimenstein, editor e fundador do site Catraca Livre, pediu desculpas ao público nesta segunda-feira (13) por já ter defendido o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

"E pensar que eu arrumei briga com amigos por defender esse sujeito. E escrevi que ele era um dos heróis nacionais. Desculpa, desculpa, desculpa", escreveu Dimenstein em sua conta do Twitter ao divulgar um texto sobre a indicação do ex-juiz de Curitiba para ocupar uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), no próximo ano.

Dimenstein entendeu, como todos os brasileiros, que houve uma barganha entre o presidente de extrema-direita Jair Bolsonaro e o chefe da Lava Jato: "Seria um acordo secreto para Moro aceitar ser ministro da Justiça, emprestando sua imagem ao governo. Traduzindo: uma barganha, semelhante aos acordos da chamada 'velha política', tão denunciada por Bolsonaro", escreveu Dimenstein no texto que compartilhou.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247