Delação da Andrade Gutierrez lembra delação do Porta dos Fundos

O jornalista Mário Magalhães compara a delação do ex-presidente da Andrade Gutierrez, Otávio Marques de Azevedo, à Lava Jato, ao vídeo "Delação", do Porta dos Fundos: "Não tive como não pensar no vídeo “Delação'', do canal Porta dos Fundos, já assistido por mais de 5 milhões de pessoas. Quer dizer que R$ 20,0 milhões para Dilma Rousseff são sujos e R$ 20,2 milhões para Aécio Neves, limpos? Não falta mesmo matéria-prima para o pessoal bolar encenações verossímeis como a do Porta dos Fundos", diz Magalhães que fala em "seletividade partidária da Lava Jato"

O jornalista Mário Magalhães compara a delação do ex-presidente da Andrade Gutierrez, Otávio Marques de Azevedo, à Lava Jato, ao vídeo "Delação", do Porta dos Fundos: "Não tive como não pensar no vídeo “Delação'', do canal Porta dos Fundos, já assistido por mais de 5 milhões de pessoas. Quer dizer que R$ 20,0 milhões para Dilma Rousseff são sujos e R$ 20,2 milhões para Aécio Neves, limpos? Não falta mesmo matéria-prima para o pessoal bolar encenações verossímeis como a do Porta dos Fundos", diz Magalhães que fala em "seletividade partidária da Lava Jato"
O jornalista Mário Magalhães compara a delação do ex-presidente da Andrade Gutierrez, Otávio Marques de Azevedo, à Lava Jato, ao vídeo "Delação", do Porta dos Fundos: "Não tive como não pensar no vídeo “Delação'', do canal Porta dos Fundos, já assistido por mais de 5 milhões de pessoas. Quer dizer que R$ 20,0 milhões para Dilma Rousseff são sujos e R$ 20,2 milhões para Aécio Neves, limpos? Não falta mesmo matéria-prima para o pessoal bolar encenações verossímeis como a do Porta dos Fundos", diz Magalhães que fala em "seletividade partidária da Lava Jato" (Foto: Valter Lima)

247 - O jornalista Mário Magalhães compara a delação do ex-presidente da Andrade Gutierrez, Otávio Marques de Azevedo, à Lava Jato, ao vídeo "Delação", do Porta dos Fundos (veja aqui). 

Em 2014, a Andrade Gutierrez doou R$ 20 milhões para o comitê da campanha de Dilma. Já a campanha de 2014 de Aécio Neves (PSDB), que perdeu para Dilma no segundo turno, auferiu R$ 200 mil a mais do que a de Dilma. Os delatores não citaram o tucano em seus depoimentos.

"Não tive como não pensar no vídeo “Delação'', do canal Porta dos Fundos, já assistido por mais de 5 milhões de pessoas. Quer dizer que R$ 20,0 milhões para Dilma Rousseff são sujos e R$ 20,2 milhões para Aécio Neves, limpos? Não falta mesmo matéria-prima para o pessoal bolar encenações verossímeis como a do Porta dos Fundos", diz Magalhães que fala em "seletividade partidária da Lava Jato".

Leia a publicação de Mário Magalhães na íntegra aqui.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247