Diretor do Knight Center sobre acusação contra Glenn: absurda, parece tentativa de vingança

Rosental C. Alves, diretor do renomado centro de jornalismo dos Estados Unidos, criticou a denúncia do MPF contra Glenn Greewald, chamando de "absurda" e "tentativa de vingança" de "procuradores expostos pela #VazaJato e que se sentem acima do STF", escreveu

Rosental e Glenn Greenwald
Rosental e Glenn Greenwald (Foto: reprodução | FOTO: GUSTAVO BEZERRA)

247 - Rosental C. Alves, diretor do centro de excelência de jornalismo para as Américas, Knight Center, da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, se solidarizou nesta terça-feira (21) com o editor do Intercept Brasil, Glenn Greenwald, denunciado hoje por suposta "invasão de celulares de autoridades".

"Acusação absurda, pois o diálogo só revela a preocupação do @ggreenwald em proteger o anonimato da fonte. Não vejo nem de longe participação em crime. Parece uma simples tentativa de vingança por parte dos mesmos procuradores expostos pela #VazaJato e que se sentem acima do STF", escreveu


Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247