Dora já desdenha da força eleitoral de Lula

Para Dora Kramer, o ex-presidente Lula “foi o primeiro a acreditar que a compra de apoios no varejo poderia substituir a política”; “Resultado: os petistas estão hoje inteiramente nas mãos do PMDB”, diz; segundo ela, “já não depende da atuação do incrivelmente competente articulador – um mito, cujos pés, como se vê, exibem consistência arenosa. Depende, sobretudo, daquilo que o PMDB vai querer”

Para Dora Kramer, o ex-presidente Lula “foi o primeiro a acreditar que a compra de apoios no varejo poderia substituir a política”; “Resultado: os petistas estão hoje inteiramente nas mãos do PMDB”, diz; segundo ela, “já não depende da atuação do incrivelmente competente articulador – um mito, cujos pés, como se vê, exibem consistência arenosa. Depende, sobretudo, daquilo que o PMDB vai querer”
Para Dora Kramer, o ex-presidente Lula “foi o primeiro a acreditar que a compra de apoios no varejo poderia substituir a política”; “Resultado: os petistas estão hoje inteiramente nas mãos do PMDB”, diz; segundo ela, “já não depende da atuação do incrivelmente competente articulador – um mito, cujos pés, como se vê, exibem consistência arenosa. Depende, sobretudo, daquilo que o PMDB vai querer” (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A colunista Dora Kramer diz que a articulação de Lula para tentar salvar o governo do PT chega, possivelmente, tarde.

Segundo ela, ‘hoje ele posa como agregador, o grande e hábil condutor da salvação da aliança, mas foi o primeiro a acreditar que a compra de apoios no varejo poderia substituir a política’.

“Resultado: os petistas estão hoje inteiramente nas mãos do PMDB”, diz. E acrescenta: «já não depende da atuação do incrivelmente competente articulador – um mito, cujos pés, como se vê, exibem consistência arenosa. Depende, sobretudo, daquilo que o PMDB vai querer” (leia aqui).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247