"É imoral e quase criminoso" Bolsonaro abrir mão da CoronaVac, diz apresentador da Globo

O jornalista Flávio Fachel criticou fala de Jair Bolsonaro sobre ter "autoridade" para vetar a compra da vacina chinesa pelo Ministério da Saúde

Jair Bolsonaro e Flávio Fachel
Jair Bolsonaro e Flávio Fachel (Foto: Marcos Correa/PR | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista e apresentador do "Bom Dia RJ", telejornal da Rede Globo, Flávio Fachel, criticou nesta quarta-feira (21) a declaração de Jair Bolsonaro sobre ter "autoridade" para vetar a compra da CoronaVac pelo Ministério da Saúde.

A CoronaVac é a vacina contra a Covid-19 em desenvolvimento pela empresa chinesa Sinovac e pelo Instituto Butantan.

"Nenhum presidente, seja ele qual for, não tem autoridade suficiente para abrir mão de qualquer vacina para a Covid-19, venha ela de onde vier. É imoral e quase criminoso pretender isso", escreveu Fachel no Twitter.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247