Economist: Moro se tornou indefensável

"A ampla investigação anticorrupção conhecida como Lava Jato pode ter sofrido um golpe fatal", avalia a revista britânica, em um editorial publicado na edição desta semana; de acordo com a Economist, Sergio Moro já havia levantado suspeitas sobre seus motivos quando se tornou ministro da Justiça de Bolsonaro; "Ele é um herói para muitos brasileiros. Mas sua posição agora parece indefensável", critica o texto

Economist: Moro se tornou indefensável
Economist: Moro se tornou indefensável

247 - A revista The Economist partiu para a crítica pesada contra o ex-juiz e atual ministro Sérgio Moro e a própria Lava Jato em editorial publicado na edição desta semana, após o vazamento das conversas pelo site The Intercept.

"A ampla investigação anticorrupção conhecida como Lava Jato pode ter sofrido um golpe fatal", avalia a publicação. De acordo com a Economist, Moro já havia levantado suspeitas sobre seus motivos quando se tornou ministro da Justiça de Bolsonaro. "Ele é um herói para muitos brasileiros. Mas sua posição agora parece indefensável", diz o texto.

"O maior dano é causado pelas muitas mensagens que Moro trocou com Dallagnol em que ele apareceu tanto para treiná-lo quanto para criticá-lo. Os dois pareciam trabalhar juntos. Sob a constituição do Brasil de 1988, os juízes devem ser árbitros neutros. Na prática, dizem os advogados, os juízes trocam informações com os promotores. Isso é contra a lei e o código da ética judicial. Em um caso tão importante, Moro deveria saber que não podia infringir as regras".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247