Eduardo Guimarães: 2017 foi bom, o golpe foi desmascarado

"Ainda que muitos achem que foi um ano ruim, se olharmos direito veremos que foi um ano tão histórico quanto 2016 – que, por sua vez, foi ano de golpe de Estado no Brasil –, só que, em vez de um ano ruim, foi um bom ano", escreve o editor do Blog da Cidadania, em uma retrospectiva

"Ainda que muitos achem que foi um ano ruim, se olharmos direito veremos que foi um ano tão histórico quanto 2016 – que, por sua vez, foi ano de golpe de Estado no Brasil –, só que, em vez de um ano ruim, foi um bom ano", escreve o editor do Blog da Cidadania, em uma retrospectiva
"Ainda que muitos achem que foi um ano ruim, se olharmos direito veremos que foi um ano tão histórico quanto 2016 – que, por sua vez, foi ano de golpe de Estado no Brasil –, só que, em vez de um ano ruim, foi um bom ano", escreve o editor do Blog da Cidadania, em uma retrospectiva (Foto: Gisele Federicce)

Por Eduardo Guimarães - Vale uma reflexão sobre 2017. Ainda que muitos achem que foi um ano ruim, se olharmos direito veremos que foi um ano tão histórico quanto 2016 – que, por sua vez, foi ano de golpe de Estado no Brasil –, só que, em vez de um ano ruim, foi um bom ano.

Esta é uma breve respectiva do Blog da Cidadania sobre 2017.

Há muito o que dizer sobre o ano que finda, mas voltemos o olhar, rapidamente, para 2016. Esse, sim, foi um péssimo ano porque foi o auge dos golpistas.

Leia a íntegra no Blog da Cidadania.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247