El País cobra liberação de entrevista com Lula

Em meio ao consenso pela liberdade de expressão no caso Crusoé, o jornal El País publicou artigo dos jornalistas Florestan Fernandes Júnior e Carla Jiménez em que cobram a liberação do STF para a entrevista com o ex-presidente Lula, vetada pelo ministro Dias Toffoli; "Quem ergue a bandeira de defesa do jornalismo o faz de maneira irrestrita. Vale para a liberação da reportagem da Crusoé e para a entrevista de Lula no El País. Ambas estão amparadas na Constituição. Autorizar as duas vai ser um gesto importante para garantir que o Supremo não é refém de nenhuma milícia virtual, mas escravo da democracia", afirma o jornal espanhol

El País cobra liberação de entrevista com Lula
El País cobra liberação de entrevista com Lula

247 - Os jornalistas Florestan Fernandes Júnior e Carla Jiménez avaliam nesta quinta-feira, 18, em artigo no jornal espanhol El País, como o episódio de censura à revista Crusoé, determinada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, conseguiu unir esquerda e direita em defesa da liberdade de expressão. 

Os jornalistas lembram que em meio a este consenso em torno da liberdade jornalística, outra "decisão inexplicável" do STF impede o exercício do jornalismo pelo El País, que é a proibição de entrevista ao ex-presidente Lula. "Por duas vezes, em setembro e outubro do ano passado, esse direito foi conferido em despacho do ministro do STF Ricardo Lewandowski. E, por duas vezes, foi negado pelos também ministros do STF Luiz Fux e Antonio Dias Toffoli. Os dois alegaram, na época, que a entrevista de Lula poderia confundir o processo eleitoral, levando eleitores pouco atentos a acreditar que Lula seria candidato", dizem. 

Florestan Fernandes e Carla Jiménez lembram que o processo do El País sobre a entrevista de Lula já transitou em julgado, e não existe mais liminar questionando a decisã. Agora é uma questão de garantir os direitos constitucionais, liberando a entrevista, que completa, neste mês, sete meses de espera.

"Por que se nega o direito de o jornal El País Brasil entrevistar o ex-presidente Lula? Afinal, quais justificativas estariam por trás dessa atitude, que não se pode interpretar de outra forma, se não censura? Os defensores da liberdade de imprensa podem colocar isso na mesa. Quando houve a proibição da entrevista ai ex-presidente viu-se ali um risco no processo eleitoral", afirmam. "Quem ergue a bandeira de defesa do jornalismo o faz de maneira irrestrita. Vale para a liberação da reportagem da Crusoé e para a entrevista de Lula no EL PAÍS. Ambas estão amparadas na Constituição. Autorizar as duas vai ser um gesto importante para garantir que o Supremo não é refém de nenhuma milícia virtual, mas escravo da democracia". 

Leia a o texto na íntegra no El País

Ao vivo na TV 247 Youtube 247